A atmosfera do ginásio de São Januário não poderia estar melhor para a abertura da Liga Ouro na manhã deste sábado (27/02). Lotado, cheio de bandeiras e tomado pela euforia dos torcedores cruzmaltinos. No entanto, quem fez a festa no final foi o Ginástico, que na prorrogação, contou com o brilho de Lucas “Locke” e levou a melhor sobre Vasco, pelo placar de 79 a 76 .

Para sair de quadra vencedor, o Ginástico contou com o brilho de um “novo herói”. Vindo do banco, o armador Lucas Avelino, o “Locke”, vinha tendo atuação discreta antes da prorrogação e estava com apenas três pontos na conta. No entanto, a chama reacendeu no tempo extra, e Locke foi responsável por nove dos 12 pontos do time mineiro na parcial adicional.

Além de Lucas, outros três atletas registraram dígitos duplos na pontuação e colaboraram diretamente para o triunfo do Ginástico: cliente da All Sports, o armador Fred, com 15 pontos e ainda mais cinco assistências, o ala/pivô Fabrício, que marcou 12 pontos e pegou sete rebotes, e o ala/armador Perez, que saiu do banco e foi responsável por dez pontos.

Pelo lado do Vasco, o destaque ficou por conta do ala/armador Marcellus, que através de sua ótima condição física, saiu do banco, colocou fogo no jogo e comandou a reação carioca no segundo tempo. No final, o camisa 11 foi o cestinha da partida, com 17 pontos, além de ter pegado sete rebotes e roubado três bolas.

As duas equipes se enfrentam novamente já nesta segunda-feira, às 19h30, novamente no ginásio de São Januário. Além destas duas equipes, Sport e Campo Mourão (PR) disputam a Liga Ouro 2016. Cada equipe jogará quatro vezes contra a outra (duas em casa e duas fora) na fase de classificação, totalizando 12 partidas. O líder da temporada regular garante lugar automaticamente na decisão. O segundo e terceiro colocados disputarão uma melhor de cinco jogos para definir o outro finalista. O campeão da Liga Ouro ganhará o direito de disputar o NBB da próxima temporada.


Com vitórias nos primeiros jogos: 106 a 93 no Brasília e 84 a 83 sobre o Correcaminos Colon, o Flamengo entrou para o último jogo da semifinal da Liga das Américas podendo perder até por 23 pontos de diferença para ficar com a vaga no Final Four. A equipe Rubro-Negra não teve uma grande atuação, chegou a perder 25 pontos em determinado momento, mas conseguiu diminuir a vantagem adversária e, apenas da derrota para os donos de casa do Guaros de Lara por 92 a 87, conquistou a classificação e o primeiro lugar do grupo F.

Com o triunfo, a equipe venezuelana ficou com a outra vaga, eliminando o Brasília, que teve como campanha duas vitórias (80 a 77 diante do Guaros de Lara e 103 a 88 no Correcaminos Colon) e uma derrota para o Rubro-Negro carioca na estreia. Flamengo, Guaros e Brasília terminaram empatados com 5 pontos. No critério de desempate (saldo de cestas em jogos entre as três equipes), o Flamengo levou a melhor com +8, seguido pelo Guaros, com +2. O Brasília acabou amargando a terceira colocação com -10 de saldo.

O Final Four terá seu início no dia 11 de março. O Flamengo pega o Bauru, segundo colocado do Grupo E, e o Guaros enfrenta o Mogi das Cruzes, primeiro colocado da outra chave. A disputa do terceiro lugar e a final serão no dia 12. O local das partidas ainda não foi definido.

 

 

 


A Liga Ouro vem aí! A terceira edição da Divisão de Acesso ao NBB será aberta neste sábado com o duelo entre Vasco e Ginástico (MG). O confronto confronto será disputado neste sábado, em São Januário, Rio de Janeiro, às 11 horas (de Brasília). A All Sports Agency tem quatro representantes no torneio: Erick Camilo, no Vasco, Fred, no Ginástico, e Ted e Alexey, no Campo Mourão.

Para sua primeira participação na Liga Ouro, o Vasco se reforçou e contratou atletas de tamanha experiência no NBB, como o pivô Erick Camilo, o armador Hélio, ex-Flamengo, Limeira e Uberlândia, o ala Gaúcho, que estava na Liga Sorocabana, o ala/pivô Douglas Nunes, vindo do Palmeiras, o pivô William Drudi, ex-São José, e os norte-americanos Robby Collum, ex-Minas e Uberlândia, e Jeff Agba, que tem passagens por Bauru, Mogi, Liga Sorocabana e Paulistano.

Do outro lado não é diferente. O Ginástico também entrará na Divisão de Acesso ao NBB com diversas peças com bagagem na elite do basquete nacional, como Alírio e Fred, este último cliente da All Sports Agency, que estavam no Brasília, os alas/pivôs Fernando Mineiro, ex-Macaé, e Fabrício, ex-Palmeiras, além de Luisinho, campeão da Liga Ouro 2014 com o Rio Claro, Wanderson, ex-Minas, e Lucas “Locke”, também vindo do Palmeiras.

Depois da estreia, as duas equipes voltarão à quadra na segunda-feira (29/02), para mais um duelo entre eles em solo carioca. Já no dia seguinte (01/03), será a vez dos outros dois participantes da competição entrarem em ação, os já “veteranos” da competição Campo Mourão (PR) e Sport Recife, que se enfrentarão no Ginásio de Esportes JK, em no Paraná, às 20h15, mesmo local e horário do segundo jogo entre eles, marcado para o dia seguinte (02/03).

Assim como Vasco e Ginástico, os outros dois participantes da Liga Ouro também se reforçaram e prometem acirrar ainda mais a disputa pela vaga no NBB. O Campo Mourão contratou os experientes Estevam, ex-Rio Claro, André Bambu e Ted Simões (cliente da All Sports), que estavam no Pinheiros, e Leandro e Vinícius Teló, vindos do Uberlândia. Além deles, foram contratados pela equipe paranaense os jovens Bruno Felipe, ex-Brasília, Alexey (cliente da All Sports), que estava no Franca, e Daniel Pinho, ex-São José, além dos norte-americanos Leon Sutton, que disputou a Liga Ouro 2014 pelo Lins (SP), e Milton Garner, que tem passagens por Joinville (SC) e Jacareí (SP).

E por fim, o Sport Club do Recife, que assim com o Campo Mourão, participou de todas as edições da Liga Ouro. Para esta temporada, o Leão da Ilha manteve algumas peças do elenco medalha de bronze na LDB 2015, como os pivôs Rech e Arroz, o ala Leandro e o armador Lucas Lima. Como reforços foram contratados o pivô De Bem, ex-Macaé, o armador Michel, ex-Campo Mourão.

Na Liga Ouro, as equipes se enfrentam quatro vezes durante a fase de classificação. Cada time jogará 12 jogos na fase de classificação e as rodadas serão realizadas com dois jogos do mesmo confronto por semana, ou seja cada equipe fará dois jogos como mandante e como visitante contra os outros três times.

Já nos playoffs, os moldes também foram mantidos, com o líder da primeira fase avançando direto à Final e 2º e 3º colocados se enfrentando em uma série melhor de cinco. Os confrontos de mata-mata acontecerão no formato 2-2-1 e a equipe de melhor campanha jogará as duas primeiras partidas e um possível Jogo 5 da série em casa, assim como na decisão.


Flamengo e Brasília terão trabalho para garantir uma vaga no Final Four da Liga das Américas. Únicos campeões do NBB, as equipes abrem os trabalhos do grupo F e se enfrentam nesta sexta-feira, às 18h40, em Barquisimeto, na Venezuela. A partida terá transmissão ao vivo pelo canal SporTV 2.

Com Mogi das Cruzes e Bauru já garantidos no Final Four, caso Brasília e Flamengo se classifiquem, será realizada uma inédita decisão com quatro times brasileiros. Antes do clássico, as duas equipes encararam uma maratona para chegar a cidade venezuelana que sediará a segunda semifinal da competição. Entre voos, conexões e fuso horário, as delegações levaram quase um dia para chegar. Completam o grupo os donos da casa do Guaros de Lara e o Correcaminos Colon, do Panamá.

Cliente da All Sports Agency, o técnico do Flamengo, José Neto, avaliou as dificuldades do confronto. O comandante rubro-negro exaltou as dificuldades da equipe adversária, mas destacou o trabalho realizado pelos seus jogadores.

“Flamengo x Brasília é sem dúvida um clássico do basquete. Jogadores das duas equipes são bem experientes e fazem deste confronto ainda mais disputado. Sabemos disso e estamos nos preparando para poder ter o controle do jogo, minimizar este poderia ofensivo e, assim, buscar a primeira vitória na fase”, afirmou.

Enquanto o Flamengo vai para a partida com o que tem de melhor, o Brasília não poderá contar com sua força máxima. Com um quadro de hipertensão craniana ainda sem causa descoberta, o ala Arthur sequer viajou para a Venezuela uma vez que a altitude e a pressão durante a viagem poderiam complicar a situação do camisa 4. Já o armador Jefferson e o ala/pivô Ronald, ambos clientes da All Sports e que estavam com caxumba, se recuperaram e foram liberados para viajar com o restante da delegação.

Pelo formato da competição, as equipes jogam nesta sexta, sábado e domingo. Após o clássico, o Flamengo encara o Correcaminos Colon, às 17h15, enquanto o Brasília, logo em seguida, pega o Guaros de Lara, às 19h30. No domingo, a equipe da capital brasileira enfrenta o Correcaminos Colon, às 17h15, e o Rubro-Negro carioca enfrenta o Guaros de Lara, às 19h30. O Final Four será realizado nos dias 11 e 12 de março. Primeiro e segundo colocados do Grupo F disputarão o quadrangular com Mogi das Cruzes e Bauru, líder e vice-líder do Grupo E.


O Rio Claro está embalado na atual temporada do NBB. Depois de bater o Franca em pleno Pedrocão, a equipe do técnico Dedé Barbosa voltou a aprontar como visitante e desta vez levou a melhor sobre ninguém menos que o então quarto colocado Basquete Cearense, no Ginásio Paulo Sarasate, em Fortaleza (CE), pelo placar de 67 a 64.

Para sair de quadra com mais um resultado positivo como visitante, o time rio-clarense contou com boa produção coletiva e teve quatro atletas anotando dígitos duplos na pontuação: Eric Tatu (15), Dedé (14), Gui Deodato (11) e Teichmann (13), que pegou 11 rebotes, fez sua terceira partida consecutiva mais de dez sobras no NBB e ainda registrou seu segundo duplo-duplo em sequência na competição.

Com mais este triunfo, o Leão chegou ao seu 11º em 23 partida na competição e subiu da nona para a oitava colocação, com campanha igual a do Pinheiros, que leva desvantagem no confronto direto. Já o Basquete Cearense, que teve sua sequência de três jogos sem perder quebrada, perdeu seu lugar no G4 para o Brasília e agora está em quinto, com 16 êxitos em 24 jogos (66,6% de aproveitamento).

Agora com duas vitórias seguidas na conta, o Rio Claro seguirá sua saga no Nordeste e medirá forças com o Vitória, no Ginásio de Cajazeiras, em Salvador (BA), já nesta sexta-feira, às 20 horas. Já o Basquete Cearense descansará por duas semanas antes de fazer dois jogos seguidos em casa, contra o Franca (09/03) e Bauru (11/03), ambos no Ginásio Paulo Sarasate, em Fortaleza (CE), às 19h30 (de Brasília).

Paulistano bate Minas em BH e segue em 3º

Em partida bastante acirrada do início ao fim, o Paulistano foi superior no último quarto (24 a 13) e levou a melhor sobre o Minas, fora de casa, em plena Arena Minas, em Belo Horizonte (MG), pelo placar de 82 a 76. Esta foi a segunda vitória seguida do clube alvirrubro no NBB 2015/2016.

Sempre dominante e em ótima fase, o pivô Caio Torres justificou o posto no primeiro time da última Seleção da Semana e foi “o cara” do suado triunfo alvirrubro em Belo Horizonte. Além de cestinha da partida com 25 pontos, o jogador, pré-selecionado para o Jogo das Estrelas 2016, ainda apanhou dez rebotes e teve seu expressivo duplo-duplo coroado com uma eficiência de 30 tentos.

Com o resultado, o time da capital paulista chegou ao seu 16º triunfo em 22 partidas na atual temporada do NBB (727% de aproveitamento) e permaneceu firme na terceira posição, atrás apenas de Bauru e Flamengo. Já os mineiros seguem em décimo, agora com campanha de nove êxitos em 22 oportunidades (40,9% de aproveitamento).

25/02 (quinta-feira)

20h – Mogi das Cruzes x Franca – ao vivo no #NBBnaWeb
20h – São José x Bauru
20h05 – Caxias x Macaé


Com 50 minutos de um jogo brigado do início ao fim, o Ginásio Henrique Villaboim foi palco de uma batalha épica entre Pinheiros e Macaé, na noite desta terça-feira. Em confronto decidido somente na segunda prorrogação, o clube pinheirense contou com boa atuação de Bennett, Holloway e Renan no fim, abriu vantagem nos últimos minutos e venceu o aguerrido time macaense, por suados 92 a 87.

Com duas jogadas decisivas no final do último quarto regular da partida, um em que fez uma bola de 3 pontos e outro que acertou um tiro de 2, o jovem ala/armador Humberto foi quem permitiu que o Pinheiros jogasse dois períodos a mais e ainda saísse com a vitória. Com 17 tentos no total, o garoto anotou seu recorde de pontos em um só jogo na história no NBB. Cliente da All Sports Agency, o pivô Rafael Mineiro marcou seis pontos e pegou três rebotes.

Decisivo nos momentos finais, o ala/armador norte-americano Desmond Holloway deixou a quadra com um duplo-duplo pra lá de expressivo: 27 pontos e 14 rebotes, seu recorde pessoal no fundamento desde que chegou ao NBB. De quebra, o jogador ainda deu três assistências, roubou duas bolas e somou 27 de eficiência. Pelo lado do Macaé, os destaques ficaram por conta de André Góes, Eddy e Márcio, com respectivos 21, 19 e 18 pontos.

Com esta vitória o Pinheiros chegou a 11 em 23 jogos jogados e permanece na oitava posição (47,8% de aproveitamento). Já o Macaé sofreu sua 17ª derrota em 22 jogos e está na última colocação do maior campeonato de basquete do país, com 22,7% de aproveitamento.

Mathias quebra recordes, e Franca bate São José

A noite foi de Thiago Mathias. Com diversas quebra de recordes pessoas e da temporada, o pivô do Franca deitou e rolou nas tábuas do Ginásio Lineu de Moura e liderou o triunfo da equipe da Capital do Basquete sobre o dono da casa São José, na noite desta terça-feira, pelo placar de 82 a 70.

Com 20 pontos em 22 tentados (90,9% de aproveitamento) e mais 17 rebotes, Mathias totalizou expressivos 37 de eficiência e igualou o recorde do fundamento da atual temporada, que também pertence a Ricardo Fischer, do Bauru, Larry Taylor, do Mogi das Cruzes, e Guilherme Giovannoni, do Brasília. De quebra, os 17 rebotes também representaram o recorde do quesito desta edição, que antes era de Teichmann, do Rio Claro, com 16.

Os 20 pontos também representaram sua maior marca de tentos na atual temporada do NBB, que antes era de 19 pontos contra o Macaé. Já a marca de 17 sobras foi responsável por quebrar seu recorde pessoal na história do NBB, que antes era de 15 sobras, curiosamente registrado nesta temporada do nacional, diante do Minas. Os 37 de eficiência também foram um recorde pessoal do atleta no NBB.

Com o resultado, o time do técnico Lula Ferreira chegou ao seu 11º triunfo em 22 partidas e voltou aos 50% de aproveitamento, campanha esta que os deixaram firmes na sétima colocação. Já os joseenses, que sofreram sua quarta derrota seguida, sendo a terceira em casa, seguem na 11ª posição, agora com desempenho de sete êxitos em 22 oportunidades (31,8% de aproveitamento).

Confira os jogos do NBB 2015/2016 nesta semana:

22/02 (segunda-feira)
Caxias 62 x 71 Basquete Cearense

23/02 (terça-feira)
Pinheiros 92 x 87 Macaé
20h – São José  70 x 82 Franca


O Flamengo está de volta à liderança do NBB 2015/2016. No sábado, atuando ao lado de sua torcida, no Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro, o time dirigido pelo técnico José Neto não deu chances ao Vitória e conquistou um tranquilo triunfo, com direito a placar centenário, por 101 a 53. Agora, com 17 vitórias e apenas quatro derrotas, o Rubro-Negro reassumiu a liderança da competição. Com a mesma campanha do Bauru, os cariocas levam a melhor no primeiro critério de desempate (confronto direto) e voltaram a aparecer no topo da tabela de classificação.

Os 48 pontos de vantagem para o Flamengo na partida deste sábado representam o triunfo mais elástico da atual temporada do NBB. Antes, a marca era de 42 pontos, conquistada pelo próprio clube da Gávea, diante do Caxias  (93 a 51).

Como de costume, o jogo coletivo foi o grande trunfo do Flamengo neste sábado. Cinco jogadores da equipe carioca atingiram dígitos duplos na pontuação e dez dos 12 atletas relacionados anotaram ao menos dois pontos. Os cestinhas foram Marcelinho (18 pontos) e Olivinha (16), ambos clientes da All Sports Agency.

Depois de retornar à liderança do NBB, o Flamengo voltará suas atenções para as disputas da Liga das Américas. Em Barquesimeto, na Venezuela, entre os próximos dias 26 e 28, o time carioca disputará o Grupo F, ao lado de Brasília, Correcaminos Colon (PAN) e Guaros de Lara (VEN), e tentará uma vaga no Final Four do torneio continental.


A missão do Mogi das Cruzes neste domingo era entrar no ginásio Panela de Pressão para vencer o Malvín e ficar com uma das vagas no Final Four da Liga das Américas, sem depender do resultado da partida entre Quimsa e Bauru, que vinha na sequência. O objetivo foi alcançado com êxito. Com um jogo seguro a partir do terceiro quarto, os mogianos impuseram a terceira derrota ao time do Uruguai na competição com o placar de 77 a 57 e ficaram com uma das duas vagas do Grupo E.

Cliente da All Sports Agency, Tyrone conseguiu um duplo-duplo com 13 pontos e 12 rebotes. O Mogi agora aguarda a definição dos demais classificados ao Final Four, que vai ocorrer nos dias 11 e 12 de março, ainda sem local confirmado. Pelo NBB, a equipe joga nesta quinta-feira, em casa, contra o Franca.

Logo após o jogo do Mogi, o atual campeão da Liga das Américas, Bauru, garantiu a vaga e a segunda colocação do Grupo E após derrotar o Quimsa (ARG), pelo placar de 73 a 63, no Ginásio Panela de Pressão. Cliente da All Sports, o armador Ricardo Fischer foi o cara da vitória da classificação. Com 26 pontos, sete assistências e quatro rebotes, o atleta ainda totalizou 31 de eficiência e foi fundamental no triunfo bauruense. Com a marca nas servidas, o camisa 5 se firmou ainda mais no posto de líder do fundamento na competição, agora com média de 7,7 por partida.

A vitória por dez pontos de diferença foi necessária para garantir a classificação do Bauru, já que, para isso acontecer, o triunfo bauruense teria de ser por pelo menos cinco tentos. Com isso, os comandados do técnico Demétrius fecharam o Grupo E na vice-liderança, com duas vitórias e uma derrota, mesma campanha do líder Mogi, que ficou na frente pela vitória no confronto direto.

No Final Four, o primeiro do Grupo E enfrentará o segundo do Grupo F, e o segundo do Grupo E enfrentará o líder da outra chave. Flamengo e Brasília são os dois brasileiros tentarão a classificação no Grupo F.


O Mogi das Cruzes abre a segunda fase da Liga das Américas nesta sexta-feira em busca de uma inédita vaga no Final Four da competição. Pela primeira vez disputando o torneio, o time paulista avançou com 100% de aproveitamento na primeira fase, e às 17h45 faz o primeiro jogo desta etapa contra os argentinos do Quimsa, no ginásio Panela de Pressão, sede do Grupo E, em Bauru. Por serem somente três jogos, uma vitória hoje é considerada fundamental.

Esta será a primeira vez na história que as equipes vão se enfrentar. A campanha mogiana na fase de grupos foi de destaque. Na cidade de Santiago de los Caballeros (DOM), a equipe venceu o Malvín (URU), por 82 a 60, o Metros de Santiago (DOM), por 77 a 66, e o Leones de Quilpué (CHI), por 100 a 83. Com média de 14 pontos por jogo, Tyrone, cliente da All Sports Agency, foi um dos principais jogadores da equipe. O Quimsa chega à semifinal da Liga das Américas pela segunda vez. Na primeira fase desta edição, os argentinos sediaram o Grupo B e tiveram apenas uma derrota, para o Bauru, que fez com que avançassem na segunda colocação.

Logo após a partida entre Mogi e Quimsa, às 20h, será a vez do Bauru, dono da casa, entrar em quadra no Panela de Pressão para seguir em busca do bicampeonato da competição. Atual campeã, a equipe recebe o Malvín, do Uruguai. Na primeira fase, os bauruenses foram até Santiago del Estero (ARG), onde bateram, respectivamente, o Marinos de Anzoátegui (VEN), por 84 a 82, o Toros del Norte (NIC), por 100 a 58, e o Quimsa (ARG), por 76 a 71, equipe que também estará em Bauru neste fim de semana. Destaque para a grande atuação do armador Ricardo Fischer, cliente da All Sports Agency, no último jogo, em que anotou 24 pontos, pegou sete rebotes e distribuiu nove assistências.

Agora, os dois melhores colocados da disputa em Bauru passam ao Final Four, que será composto também pelos dois melhores do Grupo F (Flamengo, Brasília, Correcaminos de Colon-PAN e Guaros de Lara-VEN) e disputado nos dias 11 e 12 de março, em local ainda a ser definido.

Os ingressos para a rodada dupla desta sexta-feira já podem ser adquiridos pela internet ou na bilheteria do Panela de Pressão, que abre às 16h. As duas partidas terão transmissão ao vivo do SporTV.

Depois desta sexta, as equipes já entrarão em quadra novamente logo em seguida. No sábado, Bauru e Mogi das Cruzes se enfrentam às 21h. Já no domingo, os mogianos encaram o Malvín, às 17h45, e os bauruenses recebem o Quimsa, às 20h.


O Carcará está literalmente voando no NBB. Vivendo a melhor fase de sua trajetória na elite do basquete nacional, o Basquete Cearense conquistou um resultado pra lá de expressivo nesta quarta-feira. Em pleno Tijuca Tênis Clube, no Rio de Janeiro, o time do técnico Alberto Bial marcou época ao superar o atual tricampeão Flamengo, por emocionantes 67 a 66, e quebrar a sequência invicta do Flamengo do Flamengo, que não perdia há dois meses.

Esta foi a primeira vitória do Basquete Cearense em cima do Flamengo em toda a história do NBB. Antes disso, foram realizados sete confrontos entre eles, todos vencidos pelos cariocas. O principal responsável pela histórica vitória do Basquete Cearense foi um ídolo da torcida rubro-negra: Duda Machado. Bicampeão do NBB com a camisa do Flamengo, o ala/armador, que é cliente da All Sports Agency, mostrou que conhece bem os atalhos do Tijuca Tênis Clube e fez uma partida tremenda, terminando o duelo com a bola da virada, 23 pontos, quatro assistências e três rebotes.

Com o emocionante e histórico resultado, o time do técnico Alberto Bial chegou ao seu 14º triunfo em 21 partidas no NBB (66,6% de aproveitamento) e se firmou ainda mais no G4, agora sem chances de ser ultrapassado pelo quinto colocado Brasília. Já o Flamengo, que sofreu sua quarta derrota em 21 jogos na competição (80% de aproveitamento), perdeu a liderança para o Bauru, dono da campanha de 17 triunfos em 21 jogos (81% de aproveitamento).

Embalado pela histórica vitória sobre o Flamengo, o Basquete Cearense buscará estender sua sequência positiva já nesta sexta-feira, diante do Macaé , fora de casa, no Ginásio Juquinha, às 19h30 (de Brasília). Já o Flamengo tentará recuperar a liderança do NBB no sábado, no clássico de rubro-negros do NBB diante do Vitória, novamente no Tijuca Tênis Clube, às 17h30, com transmissão ao vivo da RedeTV!.

Macaé bate Vitória e volta a vencer após 6 jogos

Enfim o torcedor do Macaé pode voltar a comemorar. Após longa seca, o elenco comandado por Léo Costa bateu o Vitória, por 88 a 79, em casa, nesta quarta-feira, e voltou com tudo para brigar pelos playoffs da temporada 2015/2016.

Indiscutivelmente o destaque da partida foi o ala Eddy, do Macaé. O atleta comandou o triunfo de seu time desde o inicio da partida, com 14 pontos no primeiro quarto, e encerrou o jogo com seu recorde em pontuação nesta temporada. Foram 29 tentos, sete rebotes, cinco roubos de bola e 28 de eficiência para o camisa 33 da equipe macaense. Com a vitória os donos da casa chegaram a cinco triunfos em 20 jogos e se aproximaram do G-12 da competição. Já o Vitória permanece na zona de classificação para os playoffs, mas agora soma seis resultados positivos contra 15 negativos.

Confira os jogos desta quinta-feira

18/02 (Quinta-feira)

11h – São José x Brasília
18h – Pinheiros x Paulistano
20h – Franca x Rio Claro
20h – Liga Sorocabana x Caxias do Sul – ao vivo no #NBBnaWeb